07 setembro 2009

Independência ou Morte

Hoje é 7 de setembro, data tão festiva, pois foi a independência desta terra tão querida!

Hoje comemoramos o dia em que nosso corajoso imperador Dom Pedro I, às margens do Rio Ipiranga, gritou um alto e sonoro "Independência ou morte!", livrando o Brasil da influência permanente de nossa, então, metrópole Portugal. Hoje o exército brasileiro se mobiliza e sai nas ruas em passeata, relembrando o dia em que nosso país conseguiu sua soberania.
Porém, será que somos realmente livres e independentes? A resposta provavelmente é "não".

Ainda sofremos diversas influência. Somos dependentes das multinacionais do mundo inteiro, dos filmes norte-americanos, dos best-sellers ingleses, da tecnologia nipônica, dos produtos extremamente baratos da China, da moda europeia... e de brasileiro mesmo, temos a corrupção, que tanto faz nosso povo sofrer, e a violência, morbidamente comentada pelo jornalismo sensacionalista de nosso país.

A independência é um processo que ainda está acontecendo, e que provavelmente demorará muito tempo para se encerrar. Claro que temos que comemorar o 7 de setembro, pois com nossa autonomia de Portugal garantida, pudemos andar com nossas próprias pernas. E não estou reclamando da globalização, que é algo fundamental pra qualquer país nos dias de hoje. Estou reclamando da nossa falta de patriotismo; estou reclamando da falta de motivos que temos para sermos patriotas. Quando será que conquistaremos nossa independência?

Obs - Odeio fanfarra... eles me acordam quando to dormindo!

3 Comentários:

Peyton Treborn disse...

oloco! num fala assim da fanfarra! jah participei de uma hahaha... descer a Glicério... num sol!!! tenso ;x hehe
anyway...

Nem se estivéssemos mortos, seriamos independentes! rsrs ... mas o lance do Dom Pedro foi um bom começo! =P
E que um dia conquistemos independência total! Principalmente dessa corrupção!

=*

Fabi disse...

Oieee!!

Layout novo é?
Gostei... Ficou bom!

Ateh
BjaO
e
Muitas saudades........

Cah_Milla disse...

Heey!
Bom, pra mim dizer que o Brasil não é independente é quase pleonasmo.
É óbvio o quanto o Brasil depende de outros países, tanto pra todas essas coisas que você falou quanto pra coisas que nós mesmos não sabemos...papo de poderosos e tal xD.
Sem contar o quanto o ser humano é dependente, não necessariamente de coisas óbvias e clichês como amigos ou comida, mas de coisas que parecem dispensáveis, porém nos dominam. Exemplo: os bancos, eles movem o dinheiro do mundo todo e a mídia que controla descaradamente as pessoas do mundo todo.

Enfim, viva a nossa (in)dependência